Sexta-feira, 28 de Novembro de 2008
por Pedro Sales



A terminar um extenso perfil de Maria de Lurdes Rodrigues, o Público perguntou à ministra da Educação que partilhasse um dos bons momentos que teve no ministério da Educação. A questão é pertinente. Ao fim de três anos e meio no ministério é normal que a ministra da Educação se tenha cruzado com uma criança que a escola retirou da marginalidade, do trabalho precoce ou, quem sabe, um adulto que, graças às novas oportunidades, conseguiu completar a escolaridade a que nunca teve acesso quando era jovem.

A resposta da ministra? Foi "uma carta que recebi de um menino que recebeu um computador para ter em casa, não sei já em que circunstância, e escreveu-me a dizer: 'Quando for grande, vou inscrever-me no PS.' É tocante." Realmente, o que importa o combate ao abandono e insucesso escolar perante a miragem de mais um jovem rebento a inscrever-se na JS? O que nos vale é que há pessoas que passam a sua vida a pensar no que é verdadeiramente importante para o país.

por Pedro Sales
link do post | partilhar

Olha que engraçado! Eu gostaria de vos dar uma novidade: tenho um cartão desses e um da JS e não sou formatado.

Cresci numa família cuja referência máxima era um genuíno comunista - daqueles que actualmente só com lupa se encontram -, cresci a ver o canal parlamento (talvez deste facto advenham as perturbações de sono de que sofro - entre outros desequilíbrios) e vivia fascinado a ouvir um senhor cujo nome julgava ser Buterres (na altura não se andava a "distribuir" Magalhães à disposição). Seguiu-se o Orçamento do Queijo. As contas de 6% de... (um Magalhães teria resolvido isso) e, por ai adiante até descobrir o pântano. Certo dia peguei nas perninhas - dirigi-me à sede do PS e pedi para ser militante (na altura eu pensava que era preciso pedir - hoje já sei mais umas coisas. E assim foi...

O fabuloso desta história é que ao fim de todos estes anos, e apesar de ter aprendido o significado da palavra Apparatchiks, continuo a não estar rico.

O que estarei a fazer errado?

Desculpem lá o desvio do tema mas ainda por cima sou filho de um professor e já "enchi o saco" de falar da senhora cujo nome não deve ser pronunciado - avaliem na nas eleições. Ficam este pequeno e pouco interessante testemunho de um jovem que tem um cartão desses com todo o gosto.

Como ser humano espero que a senhora tenha tido melhores momentos no ministério.

Bom fim de semana a todos.

deixado a 29/11/08 às 06:03
link | responder a comentário

Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Email

Password


Este Blog tem comentários moderados

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

pesquisa
 
TV Arrastão
Inquérito
Outras leituras
Outras leituras
Subscrever


RSSPosts via RSS Sapo

RSSPosts via feedburner (temp/ indisponível)

RSSComentários

arquivos
2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D


2005:

 J F M A M J J A S O N D


Contador