Segunda-feira, 14 de Abril de 2008
por Daniel Oliveira
«Crise? Qual crise? De uma vez por todas: foram vendidos 530 milhões de euros em livros no ano 2006; importaram-se 62 milhões de euros de livros no mesmo ano; editam-se em Portugal mais de 15 mil títulos por ano (41 livros por dia!); o break-even médio de um volume situa-se nos 2000 exemplares vendidos (ou seja, é mais fácil editar um livro e não perder dinheiro do que ver o Benfica ganhar a liga num período de 10 anos...).»
Pedro Rolo Duarte

«“530 milhões de euros em livros vendidos” parece-me demasiado, mas se pensarmos bem, este valor não é assim tanto quanto isso. Em termos de comparação apenas dá para construir 1/6 do futuro aeroporto de Lisboa, de acordo com os números veiculados pela imprensa. Se fizermos uma conta simples a uma média de 15 euros por livro, resulta em 35.333.333 milhões de livros vendidos em 2006. O que daria uma média aproximada de 3,5 livros por habitante (é extraordinário), a ser verdade devemos ser o país que mais lê na Europa. O que é isso do "Break-even médio", que eu saiba depende muito do livro e da tiragem. O PRD não faz ideia da dificuldade que é para a maioria dos editores e autores (alguns muito bons) vender metade de 2000 exemplares por volume.»
Jaime Bulhosa
tags:

por Daniel Oliveira
link do post | comentar | partilhar

pesquisa
 
TV Arrastão
Inquérito
Outras leituras
Outras leituras
Subscrever


RSSPosts via RSS Sapo

RSSPosts via feedburner (temp/ indisponível)

RSSComentários

arquivos
2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D


2005:

 J F M A M J J A S O N D


Contador