Segunda-feira, 24 de Novembro de 2008
por Daniel Oliveira
Já se impôs o pensamento único na economia, banindo os autores malditos e alinhando todos os meninos pelo mesmo diapasão. Já se transformaram os cursos de sociologia em escolas para abastecer departamentos de recursos humanos. Já se "normalizaram" centros de investigação e faculdades tratando da formatação ideológica. Mas não chega. O Henriqe Raposo quer agora fazer a devida limpeza no que falta. E, claro, banir as heresias dos manuais escolares. A direita portuguesa pode ser muito liberal, mas não deixa de viver mal com o pluralismo académico. Ainda assim, tenho um conselho para o Henrique: antes de começar a queimar os livros de Marx não seria má ideia lê-los (ou relê-los).

por Daniel Oliveira
link do post | comentar | partilhar

11 comentários:
Luís Lavoura
"A direita portuguesa pode ser muito liberal"

A direita portuguesa em geral não é nada liberal nem pretende sê-lo. E Henrique Raposo, em particular, penso que nunca ambicionou ser ou parecer liberal.

deixado a 25/11/08 às 12:52
link | responder a comentário

Comentar post

pesquisa
 
TV Arrastão
Inquérito
Outras leituras
Outras leituras
Subscrever


RSSPosts via RSS Sapo

RSSPosts via feedburner (temp/ indisponível)

RSSComentários

arquivos
2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D


2005:

 J F M A M J J A S O N D


Contador