Sábado, 25 de Dezembro de 2010
por Daniel Oliveira

Renato Texeira chama a atenção para o grave facto de eu ter elogiado o governo e "o governo" me ter elogiado a mim. Isto a propósito do desvio de recursos públicos para as escolas privadas. Quando alguém lhe chama a atenção para um pormenor - o conteúdo do que estava em debate -, o Renato tem resposta pronta: "não quis debater o tema específico (...) Tudo, rigorosamente tudo, o que venha do actual governo deve ser considerado matéria a abater. Não te parece simples?" Lá simples é, que isto de pensar e ter opinião sobre qualquer assunto, tentando manter uma posição ideológica coerente, é demasiada trabalheira quando se pode definir o inimigo e ter sempre a posição oposta a ele. Mesmo que para isso tenhamos de ser aliados dos que querem destruir tudo aquilo que defendemos. O que interessa é vigiar os desvios de cada um, mesmo que para isso nos desviemos tanto daquilo que dizemos defender que já nem sabemos bem de que lado estamos. O título do post do Renato é "jogo de espelhos". A minha dúvida é se, quando chegar ao fim a luta contra o único inimigo que lhe interessa e com tantos estranhos aliados que vai escolhendo, o Renato ainda se vai reconhecer em frente ao seu.


por Daniel Oliveira
link do post | partilhar

O Daniel Oliveira bem pode ficar descansado.



De cada vez que fizer uma análise em que não ataque o PS, não lhe faltarão coment'istas aqui e acolá, a acusarem-no de estar a ser protegido pelo PS  com choradinhos de crocodilo de todos os das direitas unidas.


Porque a verdade é que a verdade dói e que as direitas sempre odiaram a verdade quando não é inventada por eles ;)




Gostei dos 2 textos e concordo com o que escreveu.

deixado a 25/12/10 às 17:01
link | responder a comentário

Por falar em elogios. Temos aqui um belo exemplo de
um elogio de e para pessoas que você adora.


http://dn.sapo.pt/inicio/interior.aspx?content_id=994270

deixado a 27/12/10 às 14:08
link | responder a comentário | início da discussão






O seu ódio a Sócrates é que fala da sua adoração.
E como ao que parece 
não consegue esboçar um único pensamento sem meter Sócrates lá dentro, vê-se bem que a sua adoração é enorme.


Logo se verá isso do Dias loureiro e do Cavaco. 


A história felizmente costuma corrigir-se a si própria e à malandragem que ousa tentar aproveitar-se dela ;)





deixado a 27/12/10 às 16:21
link | responder a comentário | início da discussão

Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Email

Password


Este Blog tem comentários moderados

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

pesquisa
 
TV Arrastão
Inquérito
Outras leituras
Outras leituras
Subscrever


RSSPosts via RSS Sapo

RSSPosts via feedburner (temp/ indisponível)

RSSComentários

arquivos
2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D


2005:

 J F M A M J J A S O N D


Contador