Sábado, 25 de Dezembro de 2010
por Daniel Oliveira

Renato Texeira chama a atenção para o grave facto de eu ter elogiado o governo e "o governo" me ter elogiado a mim. Isto a propósito do desvio de recursos públicos para as escolas privadas. Quando alguém lhe chama a atenção para um pormenor - o conteúdo do que estava em debate -, o Renato tem resposta pronta: "não quis debater o tema específico (...) Tudo, rigorosamente tudo, o que venha do actual governo deve ser considerado matéria a abater. Não te parece simples?" Lá simples é, que isto de pensar e ter opinião sobre qualquer assunto, tentando manter uma posição ideológica coerente, é demasiada trabalheira quando se pode definir o inimigo e ter sempre a posição oposta a ele. Mesmo que para isso tenhamos de ser aliados dos que querem destruir tudo aquilo que defendemos. O que interessa é vigiar os desvios de cada um, mesmo que para isso nos desviemos tanto daquilo que dizemos defender que já nem sabemos bem de que lado estamos. O título do post do Renato é "jogo de espelhos". A minha dúvida é se, quando chegar ao fim a luta contra o único inimigo que lhe interessa e com tantos estranhos aliados que vai escolhendo, o Renato ainda se vai reconhecer em frente ao seu.


por Daniel Oliveira
link do post | comentar | partilhar

40 comentários:
ah valente Renato Teixeira, viva o sectarismo, mesmo o cego, que V. é como o outro, nunca se engana e raramente tem dúvidas, ou nunca tem dúvidas e raramente se engana, ou lá como é que era.


Renato Teixeira
No Jugular têm dúvidas?


Eu tenho imensas.
O hábito faz o monge, por isso percebo bem essa de dirigir uma pergunta ao "colectivo", mas existem outras realidades.


Renato Teixeira
E Hábitos? e Monges? O Jugular é um sítio estranho.


Uma bota da tropa, portanto. Enfim, nada de novo.


Renato Teixeira
Nada disso. Às Jugulares ninguém dá lições de tropa. um, dois, esquerda, direita - um, dois, esquerda, direita. Deviam mudar a ordem dos factores.

Agora a sério. O que é que ainda vêem neste Sócrates??


Julgo que ninguém tenta, aliás.

Mas a que propósito vem o plural e o Sócrates? Que fixação, Renato, a conversa é entre mim e o Renato e nada tem a ver com o homem.


Anónimo
Uma maçada. O tipo mete-se em quase todos os cantos da vida. Como é que isso se resolve? Como é que poderemos conversar os dois sem ruído no meio?


Xiiiiiii, um cochinho paranóide, não?


Renato Teixeira
Não a sabia tão palavrosa. Já estive mais longe de a convidar para um jantar tertúliano, mas desconfio que não se disponha a largar a ortodoxia Jugular.


eheheheh "ortodoxia" vindo de si tem graça.

deixado a 28/12/10 às 10:55
link | responder a comentário | início da discussão

Renato Teixeira
Já viu. Um poço de virtudes. Para a esquerda radical sou heterodoxo, para a democrática, ortodoxo. É a vida. Já a ortodoxia Jugular é ortodoxa para quem está à vossa esquerda como quem está à vossa direita. Como diria o DO, pessoas dotadas de uma posição ideológica coerente.

deixado a 28/12/10 às 20:43
link | responder a comentário | início da discussão

Vou avisar a militante comunista, julgo q a única militante de qq partido político de entre os jugulares, dessa sua opinião. A realidade é aquela que queremos - ou podemos - ver, constato isso todos os dias lá nas minhas lides profissionais.

deixado a 28/12/10 às 22:10
link | responder a comentário | início da discussão

Renato Teixeira
A única? O Galamba já saiu do PS?

deixado a 28/12/10 às 23:34
link | responder a comentário | início da discussão

É deputado independente eleito nas listas do PS.

deixado a 28/12/10 às 23:44
link | responder a comentário | início da discussão

Renato Teixeira
Ah, é independente. Gosto desses. São todos Zé que dão um granda jeito.

deixado a 29/12/10 às 00:36
link | responder a comentário | início da discussão

Renato Teixeira
Que lapso o meu. O vosso Galamba é João. Quanto ao independente, já faziam uma manifestação no camões para rectificar estes açambarcadores. Não há direito de deixar cair tão nobre palavra no CV da página oficial. 

http://www.ps.parlamento.pt/deputados/joao-galamba/

deixado a 29/12/10 às 00:39
link | responder a comentário | início da discussão

Ora já cá faltava a conversa da tanga, alinhadinhos ou nada, sim sinhora.

deixado a 29/12/10 às 00:44
link | responder a comentário | início da discussão

Renato Teixeira
Acha que é de outra maneira? Mesmo? Espreite lá o site do PS. Não saberão eles da sua independência? Uma injustiça, de resto. O camarada Galamba está farto de desalinhar, nós é que andamos todos distraídos.

deixado a 29/12/10 às 01:02
link | responder a comentário | início da discussão

Acho que existem mtas maneiras de poder ser, só isso. E que desalinhar, senhor, isso de desalinhar - ou deixar de andar na linha - é p quem tem linha pr andar e tenho a certeza que o meu amigo João não tem, nunca teve nem terá, conheço-o bem.

(não é importante mas só vi o seu último comentário antes deste - o penúltimo, portanto - agora, V. decidiu ter um monólogo e ele não me chegou)

deixado a 29/12/10 às 01:21
link | responder a comentário | início da discussão

Renato Teixeira
Então não sabe que não ter linha é meio caminho andado para ser um bom bombeiro da política dos outros?

deixado a 29/12/10 às 02:22
link | responder a comentário | início da discussão

Opinião sua, abonatória para os independentes, aliás.

deixado a 29/12/10 às 12:26
link | responder a comentário | início da discussão

Comentar post

pesquisa
 
TV Arrastão
Inquérito
Outras leituras
Outras leituras
Subscrever


RSSPosts via RSS Sapo

RSSPosts via feedburner (temp/ indisponível)

RSSComentários

arquivos
2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D


2005:

 J F M A M J J A S O N D


Contador