Segunda-feira, 8 de Agosto de 2011
por Sérgio Lavos

*Foto retirada do Guardian

 

Tudo começou com a morte de um taxista de 29 anos, pai de 4 filhos. Atingido por tiros da polícia. Como em França, um excesso policial que levou à morte de um inocente (até prova em contrário), levou a uma escalada de violência nos bairros periféricos e pobres de Londres. Do protesto legítimo das pessoas do bairro onde morava o taxista, Tottenham, rapidamente se chegou a um estado de quarteirões inteiros sitiados, à criminalidade pura. Em pleno Agosto, tempo de férias escolares. Muitos dos jovens envolvidos nos distúrbios costumavam ocupar os seus tempos em centros de diversão que o Governo fechou no âmbito das medidas de austeridade levadas a cabo no país. Quem culpar? Os criminosos que destroem património público e privado, o acto policial que espoletou a revolta ou o Governo central que descurou na atenção dada a quem está à margem? Apenas há uma certeza: apesar da esmagadora maioria da população daqueles bairros repudiar os actos criminosos que têm acontecido, todos questionam os procedimentos policiais neste caso. Vamos ver onde poderá a revolta chegar.

 

(Podemos acompanhar os acontecimentos em directo no blogue do Guardian).


por Sérgio Lavos
link do post | comentar | partilhar

71 comentários:
JDC
 "um excesso policial que levou à morte de um inocente (até prova em contrário)"
Vá, corrija lá isto antes que o comecem a acusar de demagogia, inversão da presunção da inocência e essas coisas todas...

deixado a 8/8/11 às 20:19
link | responder a comentário | discussão

BWin
Mas é demagogia mesmo!

deixado a 8/8/11 às 20:43
link | responder a comentário | início da discussão

Carlos Marques
uns são inocentes até prova em contrário, já a actuação da polícia é logo "um excesso policial" - não é preciso provas coisa nenhuma, é polícia logo é excessivo... 


e, citando o  Guardian: 
apesar da esmagadora maioria da população daqueles bairros repudiar os actos criminosos que têm acontecido, todos questionam os procedimentos policiais neste caso.


Mas quem se trama com os carros queimados e as lojas saqueadas são precisamente as pessoas daqueles bairros, não são os ricos nem os jornalistas...


As pessoas de bem deviam era apoiar a polícia, em vez de estarem a misturar as coisas: uma morte deve ser investigada, não justifica o que está a acontecer

deixado a 9/8/11 às 01:48
link | responder a comentário | início da discussão

Pão Metálico
Quem culpar?

Primeiro há que apurar quem são os culpados e depois, é muito simples,

Culpar os criminosos que destroem património público e privado se se provar que de actos criminosos se trataram.
Culpar os actos policiais se se provar que envolveram violência desproprocionada.
Culpar os responsáveis de governo se se provar que houve negligência quanto ao tratamento da situação relativa aos centros de diversão.

Resumindo, apurar responsabilidades e actuar sobre quem prevaricou sejam eles quem forem.

E já agora, pensar o que fazer para evitar que situações semelhantes aconteçam no futuro.

Estamos a falar do Reino Unido. Se a »coisa« fosse cá, o argumento era outro.

deixado a 8/8/11 às 20:28
link | responder a comentário

Katulo
«Tudo começou com a morte de um taxista de 29 anos, pai de 4 filhos.»

Porque não refere que ele é um traficante de cocaína e membro de um gangue, o Star Gang? Hmmm... se calhar o maniqueísmo não funcionaria tão bem, não é?


«Como em França, um excesso policial que levou à morte de um inocente»

Mais maniqueísmo... Primeiro, não sabe ainda se houve algum "excesso policial" em Londres.
Segundo, em França não houve qualquer "excesso policial". Em Clichy-sous-Bois, no dia 27 de Outubro de 2005, a Polícia foi chamada a um estaleiro de construção para investigar um possível arrombamento/entrada ilegal. Três adolescentes que se encontravam no local, vendo-se perseguidos pela Polícia, treparam um muro e esconderam-se num posto de transformação de electricidade. A Polícia não os encontrou. Passado algum tempo deu-se um apagão. Soube-se depois que o apagão foi provocado pela electrocussão de dois rapazes, tendo um terceiro ficado ferido.

Aonde é que está o "excesso policial"?

Vejo, isso sim, um excesso de complacência para com os desordeiros por parte de uma certa Esquerda que gosta de defender o indefensável.

deixado a 8/8/11 às 21:07
link | responder a comentário | discussão

Ainda bem que sabe mais do que os vizinhos, família e imprensa: o taxista era afinal traficante e membro de um gang. Sentença: morte imediata.


E sim, os três adolescentes em França morreram electrocutados... para fugir da polícia. E os excessos vieram depois, da parte de Sarkozy e da sua frase sobre a "escumalha" dos bairros periféricos. 


Nos dois casos, morreu quem não mereceria morrer.


cenas underground
Eu não concordo consigo na premissa de "inocente até prova em contrário", porque eu considero que na dúvida, quem tem razão é a polícia. Eu, por norma, confio na polícia.

E se o que o Katulo diz é verdade, que se tratava de um traficante de droga, isso não é um pormenor. Daí não se tira nenhuma sentança de "morte imediata", mas retira-se uma probabilidade, maior, da polícia ter tido razão para disparar.

Esta frase "Muitos dos jovens envolvidos nos distúrbios costumavam ocupar os seus tempos em centros de diversão que o Governo fechou..." é de uma argumentação muito oca, sem um link para uma reportagem, sem nada... Acho que isso é mais wishful thinking, com todo o respeito.


Com todo o respeito, tem razão, faltava o link. Serve o que eu deixei?

deixado a 8/8/11 às 21:52
link | responder a comentário | início da discussão

Anónimo
"Eu não concordo consigo na premissa de "inocente até prova em contrário", porque eu considero que na dúvida, quem tem razão é a polícia. "


A mesma polícia que é conhecida há décadas por ser corrupta (o recente caso das escutas do Murdoch é só um num enorme rol) e que apesar de ter "podado" algumas ervas daninhas actua em determinados bairros com mão pesada em certas minorias? Porra você gosta mesmo de ser levado.

deixado a 8/8/11 às 22:03
link | responder a comentário | início da discussão

Katulo
«Ainda bem que sabe mais do que os vizinhos, família e imprensa: o taxista era afinal traficante e membro de um gang. Sentença: morte imediata.»

Não sei que imprensa tem andado a ler, mas que o Mark Duggan era um alegado traficante de cocaína e um membro de gangue tem sido noticiado. Exemplo: http://www.dailymail.co.uk/news/article-2023556/Mark-Duggan-Violence-drugs-fatal-stabbing-unlikely-martyr.html

Que os vizinhos e a família tenham uma óptima opinião do sujeito não admira. Acontecia o mesmo com Pablo Escobar. São opiniões de credibilidade duvidosa.

O que é importante é que o Sérgio Lavos não devia ter omitido informação relevante do seu artigo. Escrever apenas «Tudo começou com a morte de um taxista de 29 anos, pai de 4 filhos» é começar logo por influenciar os leitores a tomarem partido de um dos lados. A realidade é sempre mais complexa do que nos contos infantis.


«E sim, os três adolescentes em França morreram electrocutados... para fugir da polícia.»

Portanto sempre que um fugitivo morrer acidentalmente, a culpa é da Polícia. Afinal de contas, a Polícia não tinha nada que o perseguir, sobretudo de for de minoria étnica.


«E os excessos vieram depois, da parte de Sarkozy e da sua frase sobre a "escumalha" dos bairros periféricos. »

Sarkozy utilizou a terminologia correcta. Escumulha não são os jovens que habitam nos bairros periféricos. Escumulha eram aqueles delinquentes que andaram na rua a queimar carros (carros da classe trabalhadora, porque os mais abastados tinham garagem onde estacionar os seus), destruir edifícios, a agredir e até matar pessoas. Morassem em que bairros periféricos ou centrais, eram escumulha com todas as letras.


JORGE SILVA
Clarissimo "Katulo"! Para além de Pablo Escobar, o próprio Alcapone também foi um individuo muito simpático e popular para toda uma comunidade de italianos que viveram na sua orla!

Essa teoria de que "o taxista" era muito bom rapaz também pode ser efectivada na resposta que os vizinhos de Anders Breivik, deram sobre o terrorista de Oslo!

Afinal já viram como as coisas são?

Entendam-se senhores do "arrastão"...Entendam-se!

deixado a 9/8/11 às 00:17
link | responder a comentário | início da discussão

Vítor Norte

Parabéns, Sr. Katulo.
O senhor devia imediatamente, por todos os seus dignos e brilhantes comentários, receber o grau de mestre, em alta distinção, de... Burrice declarada!
Caso venha aí a nova escravatura, o Sr. Katulo (ou Casmurro) irá aplaudir a medida.


Katulo
Parabéns, Sr. Fraude.
Uma vez mais, nota zero em conteúdo informativo, nota máxima em petulância.


Vítor Norte

Prefiro o conteúdo informativo. A petulância prefiro devolvê-a a si, Sr. Bumbo ou Katumbo.


Katulo
Preferes a ausência de conteúdo informativo, deverias ter escrito...
E a razão porque preferes é por seres uma fraude. Já te apercebeste que não aguentas um debate com conteúdo informativo. És aniquilado num instante.


Vítor Norte

As pessoas que escrevem "História da Europa" e que dizem perceber «razoavelmente bem» dos conteúdos é que constituiem fraudes declaradas, nestas caixas de comentários sem nexo.
O Kafulo, ou Katumbo, ou Mambumbo... ou simplesmente Casmurro deveria vir para estes sítios, sem as armas de ódio e matança (como essa do «aniquilar»). Eu pergunto se o senhor já alguma vez «aniquilou», no sentido da palavra? Se já, então o senhor Kanhurro deveria ser internado num hospital de doentes considerados graves.


Katulo
Vítor Norte, sabe porque é que você não diz o que os americanos fizeram de tão grave após a construção do muro de Berlim? Porque você é um frustrado com complexos de inferioridade. Por isso é que prefere a "boquita" torpe e parva aos factos e à lógica. 


Não tenho a mínima dúvida que o aniquilo (metaforicamente, não se assuste tontinho) num debate assente em factos e lógica. Nunca na vida encontrei um esquerdalho que não tivesse vencido. E pelas demonstrações de falta de inteligência que já revelou, certamente que não seria o Vitor Norte o primeiro a derrotar-me.

deixado a 15/8/11 às 19:04
link | responder a comentário | início da discussão

Faustino

Capulo, canfunlo, Kampulo, água do caramulo, saia desse invólucro e arranje outra alma, porque essa é do século XIV, do tempo da idade média.
Estamos no século XXI, Castulo, Canurro, Kafunplo, Kostulo, não se pode voltar atrás.
Toca a mudar de alma. Essa já anda ultrapassada.


Katulo
Olha o Vitor Norte II...
Meu menino, com argumentação dessas não vais lá. É à custa de totós como tu que a Esquerda está em declínio em toda a Europa. O mapa tem andado a circular por aí. Comprova-o:
Left / Right (http://tinyurl.com/3dfqtno)

deixado a 10/8/11 às 23:22
link | responder a comentário | início da discussão

JORGE SILVA
Meu caro Sérgio Lavos, vai-me desculpar mas os seus argumentos tornam-se altamente condenáveis. Os senhores passam a vida a desculpar criminosos e actos de desordem, vandalismo, pilhagem, destruição e anarquia só pelo facto de estarem em causa imigrantes africanos ou outros? Desculpabilizam tudo isso, com o crime organizado ou com actos de desordem, pura e simples.
 Vá defendendo estas coisas e depois queixe-se que a extrema direita cresce! As pessoas começam a andar fartas!!! Os grandes irresponsáveis são os senhores, como vossa excelencia, que estão sempre prontos a branquear acontecimentos destes. Se eu tivesse dúvidas, o teor do seu tópico tirou-mas definitivamente.

E segundo li em vários jornais o referido taxista era membro de um gang.

"...Mark Duggan foi abordado em um taxi por uma unidade que investiga crimes com armas de fogo. A polícia diz que houve um tiroteio, e ele foi morto..."

AQUI:   http://ultimosegundo.ig.com.br/mundo/bbc/tumulto+expoe+tensao+entre+comunidade+e+policia+no+norte+de+londres/n1597123183284.html

"...Nada fazia crer que a morte de Mark Duggan, um residente de um bairro da cidade londrina, causada por um alegado tiroteio entre o mesmo e a polícia..."

AQUI:   http://pplware.sapo.pt/informacao/disturbios-em-londres-organizados-vi-bbm/






Eu desculpo alguma coisa? Quando falo em "actos criminosos" quero dizer exactamente isso: actos passíveis de serem julgados como crime. Como parece ter sido o caso da morte do taxista alegadamente traficante. Mas que não estava armado (se não a polícia já tinha dito isso). Como também é a pilhagem e a destruição de bens privados e públicos. Desculpo exactamente o quê, a quem? Aumento da xenofobia? Mas se são os próprios moradores dos bairros, na sua esmagadora maioria imigrantes, que condenam o vandalismo? São eles que estão a ver casas, carros e lojas destruídas? Onde cabe na sua visão do mundo não serem ingleses "puros" a sofrer com o crime e a violência de rua, mas sim imigrantes?


JORGE SILVA
Senhor Sérgio Lavos... se o "alegado" não estava armado como é que houve tiroteio?

Quanto ao resto da sua resposta, é completamente sem sentido. As pessoas começam a estar fartas!!! Eu se fosse inglês estaria farto e revoltado de ver tudo isso no meu país!!! Entende? Era isso que referi. E espero que em Portugal nada aconteça de semelhante!!!

E quanto ao aumento da xenofobia que refere. Essa há-de aumentar cada vez mais. E sabe porquê? Porque as pessoas como o senhor sempre branquearam a imigração desmedida e as fronteiras abertas a qualquer um. E muito pelo contrário sempre apelidaram de racistas, fascistas e xenófobos aqueles que alertaram para esse perigo!!! Compreende? Querem o quê mais? Mais evidencias daquilo que os senhores andaram (e andam) toda a vioda a defender com teorias da treta e ideologias "do deixa andar"?
Tal como refere, actualmente já são imigrantes contra imigrantes. Claro, chamando as coisas pelos nomes: de um lado vândalos, na sua maioria africanos, do outro ladio, indianos e chineses donos das lojas que defendem o que é seu!
É o resultado das ideias que os senhores defendem!!! E não vale a pena desmentir: a começar no senhor Mário Soares e a acabar nos Blocos de Esquerda, nos SOS racismos, nas Dianas Andrigas e outros Arrastões! Por sinal a ideologia é a mesma por toda a Europa, ou quase!


Bonifacio Milhoes
Pois...
os pretos sao todos uns vandalos, e deviam ficar em Africa com os macacos, mas os 70 Bilioes de Libras que o despota tunisino roubou ao seu povo e mandou para Inglaterra, nao foi devolvido, o dinheiro que a familia mafiosa que rouba os angolanos envia para Portugal e uma maravilha, mas os pretos angolanos sao uns vandalos.
Jorge Silva vai-te catar....

 


JORGE SILVA
O que é que  os pretos angolanos têm a ver com o que eu disse ó milhões?
Vocês são muito diminuidos e de memória muito curta. Ora lê lá outra o que escrevi e entende o que quero dizer! Principalmente quando falo em Mário Soares, Dianas Andrigas e Arrastões!!! Lê tudo e não pegues apenas pelas pontas soltas, porque a isso chama-se falta de argumentação!

deixado a 10/8/11 às 01:43
link | responder a comentário | início da discussão

"E sim, os três adolescentes em França morreram electrocutados... para fugir da polícia."

Exacto. A polícia não deve perseguir criminosos que acabaram de cometer um crime pois estes podem ser demasiado estúpidos para se esconder em alguma central eléctrica e assim dar origem a esta espécie de guerra civil. A culpa foi toda da polícia, que não tem nada que tentar prender criminosos criminosos.

deixado a 9/8/11 às 15:36
link | responder a comentário | início da discussão

da Maia
No Jugular, a revolução esquecida do Bahrain:
http://jugular.blogs.sapo.pt/2795111.html (http://jugular.blogs.sapo.pt/2795111.html)
Daí não nos chegaram notícias, não tivemos os "Nóbeis, paladinos da paz", não tivemos o Tribunal de Haia, não tivemos NATO... tivemos a actuação do exército saudita! 
Um grande silêncio internacional que mostra na essência o nome que tem o regime global em que vivemos. 
Gritando no escuro... é assim que se chama o documentário. 
Para quem tem ilusões... um dia foi assim, no Bahrain, outro dia será assim onde?

deixado a 8/8/11 às 21:20
link | responder a comentário

andré
Santa Paciência!
Culpados, criminosos, etc., etc. isto até parecem textos da TV Guia. Os comentários são ainda mais pobres que o próprio post.

deixado a 8/8/11 às 21:55
link | responder a comentário | discussão

Pão Metálico
Dado que muitos de nós não consumem a TV Guia, talvez queira, fazendo uso da sua douta sapiência, explicar aqui a esta plateia de ignaros a razão da pobreza dos comentários.

Conceda-nos um óbolo da sua santa paciência e ilumine a mente do autor do post e dos comentadores.


Pão Metálico
Ó estúpido, aprende a conjugar o verbo consumir. Consumem?

É »consommé« , meu labrego.

deixado a 9/8/11 às 16:02
link | responder a comentário | início da discussão

Anónimo
Há relatos de pilhagens em Leicester.


Isto é apenas a História a repetir-se. Vejam os protestos e pilhagens da década de 80, os bairros e cidades onde começaram, as políticas seguidas então e agora, a crescente desresponsabilização social que o partido no governo de então promoveu e agora novamente promove, a actuação que a polícia teve e está a ter.
Nada desculpa os criminosos no que concerne às pilhagens mas há muita culpa a atirar para cima do governo que irá ser sacudida do capote. A História repete-se e ninguém aprendeu com o passado e agora surpreendem-se que este barril de pólvora que tem estado a fermentar há algum tempo (e foi agravado desde que os Tory foram para o governo) explodiu à mínima faísca.

deixado a 8/8/11 às 22:11
link | responder a comentário | discussão

Anónimo
Leeds e Birmingham. History repeats itself!

deixado a 8/8/11 às 22:19
link | responder a comentário | início da discussão

Anónimo
Tanta cultura Big Brother com CCTV por todo o lado e não se sabe nada acerca da morte do taxista. Tanta vigilância e nada está a ser útil para parar esta onda de loucura.
Um brinde aos últimos 2 governos de incompetentes britânicos!

deixado a 8/8/11 às 22:27
link | responder a comentário | início da discussão

joana

concordo plenamente...
será que servirá de exemplo ao novo governo e ao seu novo plano de emergência social?
É que para a direita os pobres são os culpados de tudo!!!

deixado a 8/8/11 às 23:01
link | responder a comentário | início da discussão

BWin
Resumindo e concluindo: a policia inglesa são uma cambada de assassinos, racistas e xenófobos, sustentado pelos contribuintes e a reacção "popular" foi justa, adequada e nada desproporcionada.

deixado a 8/8/11 às 22:43
link | responder a comentário | discussão

Anónimo
Resumindo ainda mais, consegue estupidificar um assunto extremamente complexo e ainda fazer demagogia barata sem ler correctamente o que se tem escrito.


Alem de seres anónimo és um cobarde.


Ali estão ladrões a roubar, ponto final.


Anónimo
E eu disse que eram ou deixavam de ser? Critiquei a postura parva de alguém que consegue resumir um assunto complexo que se arrasta há décadas a uma mão cheia de frases feitas.
Vai tomar um ansiolitico antes de vires pa net.

deixado a 9/8/11 às 20:34
link | responder a comentário | início da discussão

Anónimo_24
Resta saber que excesso levou ao excesso policial inicial!


O suposto excesso policial inicial - a morte de um homem - não justifica a resposta violenta dos amotinados. Nem a desculpa.


É por causa destes motins que a liberdade lá se vai esvaindo e a extrema-direita vai ascendendo no campo democrático. Não há melhor propaganda para incendiar consciências. (Não foi Hitler que para atiçar as consciências alemãs contra o comunismo, incriminou os comunistas pelo incêndio do Reichstag?)


Sarkozi - o tal que se referiu à "canalha" das ruas -está na presidência francesa. Não é por acaso.

deixado a 8/8/11 às 22:54
link | responder a comentário

Joana

Seja o que for uma coisa é certa.... terá que haver sempre um bode expiatório ... neste caso pode ser a polícia... pode ser o taxista "inocente"... podem ser os "renegados" sociais... mas uma coisa é certa... há muito boa gente que atingiu os limites máximos de da paciência e tolerância!!! Seja contra a polícia, os políticos, a sociedade...
ai está o tão falado "barril de pólvora"... o efeito borboleta começou!
afinal as sociedades mais democráticas e endinheiradas são a base do disturbio  violento...
Pergunta: os velhos do restelo ainda acham que Portugal é que é atrasadinho e que é de fora que vêm os bons exemplos?


 


deixado a 8/8/11 às 22:57
link | responder a comentário

Um dos melhores posts sobre o assunto que li até hoje.

Consegue sendo de uma parcialidade total passar por uma análise do problema.

Quando um dia na Quinta do Mocho andar tudo aos tiros (dizem-me daqui do lado que já andam, não sabia) este senhor com um pequeno esforço ainda vai descobrir que o culpado fui eu e sendo assim quando eu mandar, espero que muito breve, este senhor Sérgio Lavos vai passar a apitar todos os jogos do Benfica.

Dura Lex Sed Lex.


deixado a 8/8/11 às 23:42
link | responder a comentário

Comentar post

pesquisa
 
TV Arrastão
Inquérito
Outras leituras
Outras leituras
Subscrever


RSSPosts via RSS Sapo

RSSPosts via feedburner (temp/ indisponível)

RSSComentários

arquivos
2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D


2005:

 J F M A M J J A S O N D


Contador