Sábado, 17 de Setembro de 2011
por Sérgio Lavos

 

Apesar dos lamentos de Passos Coelho sobre a "gravidade" da situação na Madeira, da gentil  lembrança do PR e da "análise" da Procuradoria-Geral da República, não tenho dúvidas de que nada vai acontecer a Alberto João Jardim, nem dentro do seu partido - a retirada da confiança política, como deveria ser - nem fora - a hipótese de alguma vez ser provado o crime de "dolo" com dinheiros públicos é risível. E toda a gente encara a impunidade com a maior das levezas, sabendo que o curso dos acontecimentos desemboca sempre em nada. A falência do país será coisa de pouca importância- moralmente, estamos falidos há muito.


por Sérgio Lavos
link do post | comentar | partilhar

42 comentários:
Sergio,

Se neste caso a culpa morrer solteira, é a falência das instituições pilares da democracia como: a Presidencia da Republica, Governo e paratidos politicos.

Sergio, o que se passou não é uma querela politica, o que se passou foi um CRIME gravissimo, o de sonegar informações economicas que adulterou os valores globais do Pais junto da entidades internacionais, nossos parceiros.
Para alem disso, reeleger Aberto João Jardim, é branquear a maior aldrabice politico/economicas dos tempos modernos, tempos que são de sacrifcios, sacrificios que AlBerto João vai deixar até á futura 5ª geração.

Daí, Alberto João Jardim tem de ser CONDENDO para que mais casos destes não tenham lugar. Porque se se enche a boca em acabar com a corrupção e se branquei casos como estes...


http://www.publico.pt/Política/pgr-vai-analisar-caso-de-omissao-da-divida-da-madeira_1512357 (http://www.publico.pt/Política/pgr-vai-analisar-caso-de-omissao-da-divida-da-madeira_1512357)



Abraços

deixado a 17/9/11 às 21:48
link | responder a comentário | discussão

jgmenos
Falta perguntar se tantos milhões podem passar despercebidos às instituições reguladoras e fiscalizadoras desde 2004 a 2011!!!
Não haverá mais gente com responsabilidades a serem apuradas?
Quando verbas para obras foram congeladas, ninguém reparou que as obras prosseguiram????


Pode haver tudo o que muito bem entender, mas é como digo acima, deixar que depois deste buracão que AJJ se recandidate é branquear procedimentos criminosos porque é crime e é ao mesmo tempo a falencia de um sistema que se quer transparente.

Abraços

deixado a 18/9/11 às 21:39
link | responder a comentário | início da discussão

Mrego
"moralmente, estamos falidos há muito". Está tudo dito infelizmente.

deixado a 17/9/11 às 22:32
link | responder a comentário

Lord Vader
O problema da Madeira é outro. O problema da Madeira é ser governada por um tiranete de pacotilha que chantageia o PSD e o PS com o seu poder regional "legitimado" por eleições... Só que não é o facto de haver eleições na Madeira que a torna uma democracia. Haviam eleições em Portugal antes do 25 de Abril... Hitler foi nomeado chanceler depois de vencer eleições livres...

Se concordarmos que não existe na Madeira uma democracia de facto, já que se trata de uma ditadura validada regularmente através de um plebiscito controlado, então temos um caso de uma ditadura numa região autónoma de Portugal.

Neste caso, não há lugar para referendos. Apenas tem que ser reposta a legalidade democrática na região. Sugiro que o Chefe Supremo das Forças Armadas dê instruções para que se instaure o Estado de Emergência na RA da Madeira e todos os responsáveis do Governo Regional sejam detidos e trazidos para o Continente para serem julgados por Traição à Pátria.

Em seu lugar será nomeado um Governo Regional Provisório com a missão de gerir a região até ao fim do julgamento dos responsáveis acusados e da realização de eleições livres.

Esta é a solução para a Madeira: libertá-la.

deixado a 17/9/11 às 22:35
link | responder a comentário | discussão

A ideia parece-me boa mas conseguir-se-á arranjar um Tribunal acima de qualquer suspeita de gente imaculadamente virginal aqui na Tugulândia para os julgar?

É que eu mais o senhor não chegamos tem que haver pelo menos mais um e não o estou a ver.


Minhoto

Só um tribunal europeu com um MP europeu, assim como o Eurojust do dr Lopes da Mota é que dá credibilidade à coisa.

deixado a 18/9/11 às 16:53
link | responder a comentário | início da discussão

Clint Eastwood
Que tal dar-lhe um tiro na testa (que era o que deveria ter sido feito em 1975)? Neste caso é o melhor julgamento possível! SE ELE TIVESSE SIDO FUZILADO NO CAMPO PEQUENO EM 1975 (ELE E OUTROS), HOJE JÁ NÃO TERÍAMOS ESTES PROBLEMAS!!!

deixado a 18/9/11 às 20:48
link | responder a comentário | início da discussão

Lord Vader
Aqui, realmente, não sei... Não devíamos ter que recorrer a soluções externas nem a disparates. Chega de disparates. São erros atrás de erros. Hoje não estou revolucionário, estou farto...

deixado a 19/9/11 às 00:45
link | responder a comentário | início da discussão

António Almeida

Bom, antes só que mal acompanhada(o)!! Julgo!?

deixado a 17/9/11 às 22:50
link | responder a comentário

indignado
Creio que este é mais um argumento de peso para realizar um referendo para consagrar a independencia das ilhas (Madeira e Açores) ja que coesão nacional que so existe para esses apendices que nem sequer pertencem geograficamente a Portugal ou ao continente europeu, é garantida pelo "rectangulo" às custas da esmagadora maioria dos portugueses, tem razão Sergio, mas essa falencia começa com a imbecilidade e provincianismo da generalidade do povo analfabeto dos calhaos do atlantico "tem estradas, tem obras, bananas, maracujas e vacas com fartura" esta tudo bem no seu mundo limitado, melhor ainda vendiamos a madeira a marrocos e os açores aos estados unidos, ficava a divida saldada e todos mais felizes, bem os continentais plo menos, e os outros que se lixem como diz o suino bipede que da pelo nome de alberto joão.

deixado a 17/9/11 às 23:27
link | responder a comentário | discussão

tiago
madeira e açores n são farinha do mesmo saco

deixado a 18/9/11 às 10:40
link | responder a comentário | início da discussão

web/sniper
Resta saber se Passos Coelho como tinha planeado sempre irá à madeira dar uma ajudinha a AJ Jardim na presente campanha eleitoral para as eleições regionais...

deixado a 17/9/11 às 23:33
link | responder a comentário

done

Eh, filha da mãe de gordo, malcriado, abusador, o rei palhaço fez quanto quis da política, até rouba-nos a todos, e não é caso único, em Portugal e nem sequer na madeira.

deixado a 18/9/11 às 00:43
link | responder a comentário

cracia do demo

 sim , não se percebe como o homem ainda não foi preso. coisas da "democracia" , bem boa prós governantes.

deixado a 18/9/11 às 02:18
link | responder a comentário

Ofélia
Recuso-me a aceitar a ideia de estarmos moralmente falidos. Sugiro que se inicie um grande movimento de opinião pública que exija que o caso não fique impune. Há responsabilidades pessoais e Alberto João Jardim deve ser punido. Isto é um roubo ao país e devemos recusar a habitual diluição de culpas. Nós, que estamos a pagar o atoleiro em que o país caiu, temos direito a ser respeitados. Jornais, tvs, redes sociais, toca a mexer.

deixado a 18/9/11 às 07:55
link | responder a comentário

Sentir-me-ia mal comigo mesmo se alguma vez desse por mim a fazer a prática de faccioso e de pensamento único.Não advogo aqui a defesa do AJJ e até condeno o seu procedimento se,de facto,incorreu no que se diz.Aprovo a intervenção do Sr PGR que,segundo dizem,vai actuar!Admiro,gosto,das reacções clamorosas  vindas dos mais diversos quadrantes muito,particularmente,de tudo que se diz de esquerda.Quanto eu gostaria de ver estes sentimentos de indignação e apelo aos Srs PG sempre que se noticiam situações ditas irregulares e que não houvesse, em circunstância nenhuma,lugar à mais pequena dúvida.Ainda bem que os Srs PG actuam por iniciativa própria como é seu dever,porque os apelos,por vezes,parecem ter um sentido oposto ao desejado para uma boa Justiça. 

deixado a 18/9/11 às 11:41
link | responder a comentário

Comentar post

pesquisa
 
TV Arrastão
Inquérito
Outras leituras
Outras leituras
Subscrever


RSSPosts via RSS Sapo

RSSPosts via feedburner (temp/ indisponível)

RSSComentários

arquivos
2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D


2005:

 J F M A M J J A S O N D


Contador