Domingo, 29 de Janeiro de 2012
por Sérgio Lavos

Esta notícia, "soprada" pelos assessores e arregimentados do Presidente Cavaco ao Público e ao Expresso, parece ser um golpe decisivo na deriva ensandecida de Gaspar, Coelho e C.ª. Parece. Na realidade, não é. É apenas a forma que o staff presidencial encontrou para permitir que Cavaco possa novamente sair à rua sem que seja assobiado. Não há melhor lixívia para a imagem do que um ataque ao "ultraliberalismo" do Governo. Jogada demasiado previsível dos spin doctors de Belém. Brincadeira de crianças. O país é outra coisa; e dará a sua resposta nos próximos meses: a eleição de Arménio Carlos para líder da CGTP é o próximo passo nesse sentido.

tags:

por Sérgio Lavos
link do post | comentar | partilhar

23 comentários:
armar ? só se for em parvos.


E se há coisa que os tugas não são é parvos.


Quantos votos teve o pcp nas ultimas eleições ???


O povo ??? Qual povo caralho ?????


Clint Eastwood
desafiar o povo = enganar o povo! São sinónimos, não sabias consolador de padres?

deixado a 30/1/12 às 18:24
link | responder a comentário | início da discussão

Comentar post

pesquisa
 
TV Arrastão
Inquérito
Outras leituras
Outras leituras
Subscrever


RSSPosts via RSS Sapo

RSSPosts via feedburner (temp/ indisponível)

RSSComentários

arquivos
2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D


2005:

 J F M A M J J A S O N D


Contador