Segunda-feira, 16 de Julho de 2012
por Sérgio Lavos

 

Carlos Abreu Amorim, blogger no Blasfémias, 6 de Março de 2009:

«A teima na ‘campanha negra’ visa intimidar quem faz informação. Note-se que essa lengalenga foi usada no Freeport, mas alastrou para os projectos da Guarda, para as nebulosidades da licenciatura e do caso da Cova da Beira. Sempre que alguém fica perplexo com o peculiar percurso de Sócrates, o próprio ou os que escolheram o pouco distinto papel de serem os seus ‘Bobbys’ e ‘Tarecos’ – os ministros Santos Silva e Silva Pereira – surgem a gritar que sinistros ‘poderes ocultos’ conspiram “contra a democracia”. Curiosamente, do lado do PSD, Pacheco Pereira faz coisa semelhante aos que não crêem nas virtudes da liderança de Ferreira Leite. Um dos dramas da fossa em que estamos é que os piores defeitos de quem manda parecem ser os talentos de quem quer mandar.»

Carlos Abreu Amorim, cronista do Correio da Manhã, Junho de 2011:

 "E ninguém senão nós escolheu José Sócrates. Com um currículo pessoal aterrador, sem a mais elementar preparação profissional, académica ou cívica, apto a instrumentalizar qualquer valor ou convicção e a quem apenas se pode reconhecer a obstinação daqueles que são capazes de tudo, mas mesmo de tudo, para manter acesas as luzes fátuas do seu ego."

Carlos Abreu Amorim, deputado do PSD e tareco de Miguel Relvas, 16 de Julho de 2012:

“Miguel Relvas está a ser alvo da mais brutal campanha que eu me lembre que alguém tenha sido sujeito, um ministro, nomeadamente nos tempos democráticos."

É a vidinha.

 

(Via Miguel Noronha.)


por Sérgio Lavos
link do post | comentar | partilhar

64 comentários:
Apenas um cidadão
Nota prévia: nunca tinha escrito um comentário neste blogue e não sou militante em qualquer partido político.
Este Sr. deputado Carlos Abreu Amorim devia ter vergonha, devia ter sentido de estado e compreender que a nossa pátria não aceita declarações destas, tentativas de enganar os portugueses de forma tão evidente. Veio discutir a substância? Ou seja, os problemas gravíssimos, a conduta inadmissível do ministro Miguel Relvas na questão das secretas, nas situações de ameaças a jornalistas, da aldrabice da sua licenciatura? Não, veio falar de uma "brutal campanha" e estratégia ao serviço de grupos de comunicação social. Isto é o lado mais abjecto da política: mete nojo! Depois admiram-se dos portugueses estarem fartos de vocês: políticos imprestáveis que apenas gerem os vossos interesses e de uns quantos amigos. Extorquem o nosso dinheiro para aprovar leis que beneficiam apenas uns quantos e desbaratam esse mesmo dinheiro em salários principescos, ajudas de custo monumentais e negociatas lesivas dos interesses do estado e de todos nós. Tenha vergonha, deputado Carlos Abreu Amorim, provou que é um homem intelectualmente desonesto, tenha vergonha nessa cara!

deixado a 16/7/12 às 17:11
link | responder a comentário | discussão

Espoliado Pelo PSD /CDS
Por uma questão de higiene democrática : direi que ele confunde Honestidade , com  OH ! nesta idade .

deixado a 16/7/12 às 17:27
link | responder a comentário | início da discussão

Comentar post

pesquisa
 
TV Arrastão
Inquérito
Outras leituras
Outras leituras
Subscrever


RSSPosts via RSS Sapo

RSSPosts via feedburner (temp/ indisponível)

RSSComentários

arquivos
2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D


2005:

 J F M A M J J A S O N D


Contador