Terça-feira, 14 de Agosto de 2012
por Sérgio Lavos

E lá do meio da maralha laranja, no Aquashow, a salvo do descontentamento do povo que ele diz servir, o Coelho apontou nova data para a salvação de Portugal, enquanto esperava que o arroz se cozesse: em 2013 é que vai ser. Um político que fala verdade e que não quer fazer como os outros é assim mesmo, olhos nos olhos. Portugueses - ingrato povo que não percebe o alcance das medidas que o está a levar à miséria. A pobreza liberta, não sabiam?


por Sérgio Lavos
link do post | comentar | partilhar

51 comentários:
edgar
Voltou a encontrara a bola de cristal?
Só pode ser, para conseguir ver o que mais ninguém vê...
Ou então não está a dizer a verdade, e não quero acreditar que Passos Coelho seja capaz de mentir aos portugueses.
Mas anda um bocado atrasado e já não se recorda de ter prometido a viragem em 2012.
Seja como for, que se lixem as eleições de 2013 para as autarquias!

deixado a 15/8/12 às 00:02
link | responder a comentário

José Peralta
A mentira desta mula, atinge tal nível de obscenidade, que não hesita, sabendo que é completamente impossível uma inversão de percurso, e portanto, de recuperação económica em 2013, muito por causa da sua política insensível e calamitosa, catastófica "custe o que custar" (mas não aos tubarões), a prometê-la, a recuperação, já com vista às eleições que se avizinham.

"Votem em mim, Povo parvo e submisso", é a mensagem que esta besta quer fazer passar...

E digo eu, votem nele, Povo parvo e submisso !

 

deixado a 15/8/12 às 00:06
link | responder a comentário | discussão

JgMenos
Se os votos dessem dinheiro tinhamos o problema resolvido: meia dúzia de eleições e estava feito.
Mas é preciso trabalhar, por muito que isso ainda pareça uma coisa estranha a quem há tantos anos anda  a 'mamar' à custa da 'pesada herança' e de empréstimos!


Anónimo
E voce o que esta a espera de por maos a obra e seguir o seu conselho em vez de vir para aqui postar?

deixado a 15/8/12 às 02:30
link | responder a comentário | início da discussão

JgMenos,

É preciso trabalhar??? E o trabalho??? Acabaste com todo o tecido produtivo, começaste na agricultura e terminaste nos serviços. Derreteste tudo.
Agora trabalho só se for fazer secovias a grilos. Este Passos é de um vazio estrondoso dito pelos seu proprios pares. O Barão e padrinho, Angelo Correia, nem se deu ao trabalho de ir ao pontal que afinal não foi no pontal mas sim num parque de diversões como convinha. Ouvir aquele moço pequeno que se dá pelo nome de Meneses é um enjoo pegado. Mas como salta ao olhos de toda a gente em 2013 estamos safos.
Isto dito por quem depois de assinar o memorando da  TROIKA fez toda a campanha baseada na baixa de imposto e retirar os subsidios, nem pensar.

Esta gente tem um nome, PARASITAS


JgMenos
Bolota,
Vamos a ver se assentamos alguns pontos:
1 - neste país só é eleito quem mente, e os culpados são os votantes que preferem o sonho à realidade do país que somos.
2 - a política está cheia de gente pequena, porque a condição de ter de mentir afasta muita boa gente.
3 - tudo o que ambiciono é que parem de mentir por 3 anos, porque ao 4º já ninguém os segura, enquanto o mercado dos sonhos for o que esteja a dar votos.
4 - a política é uma coisa nos livros e outra no terreno onde tem que lidar com a economia; se isso for maltratado só há um caminho - recomeçar. E isso é trabalho e não há volta a dar.
5 - Toda a gente diz mal dos políticos, e depois querem que o Estado - que por definição está nas mãos deles - faça tudo e mais alguma coisa, ou seja querem que tenha todo o poder! Faz sentido?
6 - Vais me dizer que há aí uns bons rapazes que chegados ao poder faziam tudo muito bem, sem cuidar dos parentes e dos correligionários? Se vais por aí melhor iniciares já o tratamento...

 


JgMenos,

Então vamos lá:

Sou capaz de estar de acordo com quase todos os  pontos com o senão de: Dizeres que aqueles que nunca lá estiveram se lá estivem...mas nunca estiveram e ai nem podes ter a presunção de os julgar.
Os que lá estiveram e estão, conhecemo-los de gingeira os outros temos de os colocar lá.

Resumindo: Passos coelho mentiu com quantos dentes tem na boca e ontem mentiu mai suma vez.

http://www.youtube.com/watch?v=gNu5BBAdQec (http://www.youtube.com/watch?v=gNu5BBAdQec)

Quem o viu e quem o vê, isto não é mentir é vigarizar.


JgMenos
Então? o ponto 2 não estava já resolvido!
Só sobra o 6:
Preterír vendedores de sonhos para ganhar eleições por vendedores de sonhos por profissão, ou por profissão de fé, conforme os casos, se não é misticismo, deve tratar-se! 

 

deixado a 16/8/12 às 01:58
link | responder a comentário | início da discussão

Pão Metálico
Só por curiosidade, se acha que somos um povo parvo e submisso, porque se dá ao trabalho de escrever povo com maiúscula?


José Peralta
Pão Metálico

Escrevo Povo com maiúscula, porque apesar de, (no conceito da mula -"obrigado pela paciência", etc., lembra-se ?) ser parvo e submisso, até um dia, sou do Povo e respeito-o como um todo !

Se reparar, quando escrevo coelho, relvas, etc., é por que são rasteiros demais para mim...não é erro, nem defeito do teclado ! É, tão sómente, uma atitude. Simbólica atitude.


Pão Metálico
José Peralta,

Embora não concorde com o simbolismo da sua atitude, respeito-o. No meu caso prefiro escrever o nome de, por exemplo, Jerónimo com a maiúscula que lhe é devida e de seguida, e caso se justifique, utilizar um desfilar de epítetos por mais escabrosos que sejam.

Mas continuo confuso. Este povo »parvo e submisso« é o que temos. Quando escreve »até um dia«, creio que se refere ao facto de um dia, o povo português deixar de ser parvo e submisso. Eu também anseio por esse dia, embora com toda a franqueza o deseje mais para as minhas netas do que para mim que já não o verei.

Mas tenho algumas questões que me trituram a cabeça,
1- Qual a melhor forma de inverter a situação e passarmos de parvos e submissos ao apuramento directo para a Champions?
2- E quando atingirmos o desejado Nirvana passaremos a ter que regime político?
3- E se esse regime político (ou o que lhe quiser chamar) não for do seu agrado, continuaremos a ser parvos e submissos?

Resumindo, qual é, quanto a si, a melhor forma de evitar que uma maioria de parvos e submissos coloque no trono (não escondo as minhas inclinações) alguém que não é querido a uma minoria de tipos firmes e esclarecidos?

Talvez a solução por si preconizada possa, com algumas adaptações, servir à minoria na qual eu me incluo.

Cumprimentos,
Mário


José Peralta
Pão Metálico

Começo por citar António Aleixo:

Esta mascarada enorme/ Com que o Mundo nos aldraba/Dura enquanto o Povo dorme/Quando ele acordar, acaba.

E é isso que temo !

Porque a mentira permanente e obscena desta gentalha, o proteccionismo aos "tubarões e outros barões", a crise paga com os rendimentos do trabalho, o desemprego exponencial, o desespero em que milhares de famílias já se encontram, a fome, porque já há fome, idosos e não só, que têem que escolher entre um medicamento essencial e um pão, também essencial, a classe média de pobreza envergonhada, a recorrer já, a "cantinas sociais" e a IPSS, e  o coelho a esticar a corda, e a dizer que os sacrifícios não são demais, se e quando o Povo acordar, pode desencadear-se uma revolta de consequências incontroláveis.

Isto não é dito assim, tão cruamente, mas é referido pelos comentadores televisivos e outros, de maneira mais difusa e prudente...

E, ano e meio de "governo" desta gentalha, vejo o coelho a dizer que o desemprego é culpa dos "governos" anteriores.

Ele e os seus cúmplices, incluindo o inefável cavaco, não têem culpa nenhuma...maior desfaçatez, maior insulto à inteligência, é impossível !

E enquanto isto, e em reforço do que eu digo acima, os bens de luxo, os carros de luxo, os vestidos e fatos caros, as jóias e outros bens sumptuários, continuam a vender-se como amendoins !

Por que a crise, não passa pelo luxo ! E depois, ainda há por aí uns broncos, que dizem que quem fala assim, tem é "inveja" dos ricos !!!!!

E se o Máro me pergunta, se eu tenho uma fórmula mágica para resolver a crise, não tenho ! Talvez, hipótese também já aventada, de um governo misto de salvação nacional !

Mas isto tem que acabar, e temo que seja da pior maneira.

Cumprimentos

PS-"Prefiro escrever o nome de Jerónimo com a maiúscula que lhe é devida, e de seguida, caso se justifique, utilizar um desfile de epítetos por mais escabrosos que sejam".

Essa agora ! E porquê, em vez de Jerónimo, ou Louçã, ou, e ou...não diz coelho, relvas, etc. e depois faz o tal "desfile escabroso" (em minha opinião, por mais escabroso, pelo menos livre de alusões à família) ? Não se "justifica", no caso destes... "escaravelhóides" ?


Pão Metálico
José Peralta,

Governo misto de salvação nacional? Formado com base nos partidos da AR? Mas acha sinceramente que esses partidos estariam dispostos a tal?

O que é para si a pior maneira?

Todas as vezes que critiquei Relvas, escrevi o seu (dele) nome com letra maiúscula. Assim como aqui sempre me dirigi a todos os que me insultam (não é o seu caso) escrevendo os nomes ou nicks com letra maiúscula. Contínuo a afirmar que não concordo com o simbolismo da sua atitude, até porque escrever o nome de família de alguém com letra minúscula é, no meu entender, uma forma de aludir à família do sujeito em questão (suas palavras).

Cumprimentos,
Mário

Post Scriptum: Não tenho dúvidas que o estado em que nos encontramos também é culpa de governos anteriores.


José Peralta
Pão Metálico

Sim ! Um governo misto de salvação nacional, e a ideia não é minha !
Mas se essa questão, utópica à partida, se vier a pôr-se na Assembleia, será um bom teste aos protestos veementes de defesa do "interesse nacional", que todos os Partidos dizem defender.

No que respeita às minúsculas, creia que também já pensei nisso, em relação às famílias dos visados. E de modo particular, à de paulo portas, que me merece especial consideração !

Porque uma família, pode ou não, ter culpas nos percursos eventual ou explícitamente ínvios dos descendentes.

Mas a minha atitude vai manter-se, porque eu também não tenho culpa de os visados, serem como está patente no link que Bolota aqui publica, e Zé, no post "Fotocópias Azevedo", (não sei se já viu) além de muitos mais, sobre o que políticos de todos os quadrantes tem dito, sem pensarem no chamado "efeito boomerang"...que na volta os atinge !

E eu também não tenho dúvidas que o "estado a que isto chegou", como disse o, para mim saudoso Salgueiro Maia, é culpa de muitos governos anteriores.

Cumprimentos

 

deixado a 16/8/12 às 17:16
link | responder a comentário | início da discussão

José Peralta

Pão Metálico

Em tempo :

O que é para mim a pior maneira ?

Como é monárquico, saberá melhor do que eu, quais foram as cicunstâncias que levaram ao regicídio, e à
queda da Monarquia.

Quanto a mim, de maneira resumida e simplista, o Povo, foi submisso "até um dia" !

E depois os crimes ignóbeis da 1.a República, e das Ditaduras que se lhe seguiram...

É isso que temo !

Cumprimentos


 

deixado a 16/8/12 às 17:32
link | responder a comentário | início da discussão

Anónimo
Antes pelo contrário. Deve ser para nâo se dar ao trabalho de carregar no CapsLk


José Peralta
anónimo

Acha que eu escrevi anónimo com minúscula, para não me dar ao trabalho de carregar no CapsLock !

Antes pelo contrário...

E JÁ AGORA, RELEIA A MINHA RESPOSTA A PÃO METÁLICO...

ESTÃO LÁ AS RAZÕES !

deixado a 15/8/12 às 14:29
link | responder a comentário | início da discussão

Votem submissos ??? Mas votar em quem ??? 


Ainda ontem vi o urso do carvalho da silva na tv e pensei. Este anormal anda aqui há mais de 30 anos a ladrar e porque motivo ninguém vota nele e no partido dele ?


Porque motivo ninguém vota nos partidos da oposição ??? Será o povo assim tão burro ???


Porque motivo o discurso do facilitismo do pcp e be não passa ?? Então eles prometem mais reformas, menos tempo de trabalho, mais subsídios, menos patrões e ricaços, etc etc etc


Mas será que o povo é todo burro ? TODO ???


E só vocês meia dúzia de iluminados é que viram a luz ??


Paços Coelho está a fazer um EXCELENTE trabalho e vai continuar, assim espero !


Há desemprego ? Sim, pois há e porquê ? quem é o responsável ? quem andou a endividar o país de tal forma que não há dinheiro para mandar cantar um cego quando mais financiar empresas ? Quem ficou calado nos últimos anos e andou de mão dada com TGV's e Aeroportos e o caralho ???


Ai agora não gostam do Coelho e do Gaspar ? Pois é mas como dizia o outro:


Mama a bucha e não refila !!!


José Peralta
Cunha

Não percebeste a minha amarga ironia !

Quando eu escrevi  "Votem em mim Povo parvo e submisso", estava a "interpretar" o conceito em que a besta tem o Povo português, quando diz "quero agradecer aos Portugueses a "paciência" que têm tido", para logo a seguir, dizer, abusando dessa "paciência", que "não eram muitos os sacrifícios que pedia" !

Se leres o meu diálogo com Pão Metálico, ali em cima, podes vêr que eu também acrescente: passivo, até um dia !

Porque esta gentalha, pensa que pode fazer "ad aeternum" gato sapato deste Povo !

Até um dia... 


Vamos a lá a ver se nos entendemos !


O problema é que as opções tomadas nos últimos 30 anos foram erradas. Só isso !


Há 10 anos atrás Durão Barroso disse que as contas do país estavam de tal modo complicadas que deu como exemplo o facto do país estar de tanga. Várias economistas avisaram para o colapso do estado social. E o que se fez ?


Aplicou-se a receita de pedir ainda mais dinheiro e esbanjar ainda mais.....


É por isso que fico lixado quando alguém critica a troika ! Mas não percebem que por muito que nos custe não há alternativa ?? Que se assim não for o país pára imediatamente !!!!


Razão tem o velho Medina Carreira, é preciso vir a troika para fazer aquilo que nenhum politico tem tomates para fazer desde há 30 anos. 


Como diz hoje tambem o Camilo Lourenço :


As recentes estatísticas da economia europeia confirmam, a nível de crescimento económico, uma divisão norte-sul: crescimento no centro e norte e recessão no sul.
E ajudam a compreender a contestação social que alastra no sul, sujeito a violentos processos de ajustamento, uns formais (Grécia Irlanda e Portugal) e outros informais (Espanha e, dentro em breve, Itália). A sensação com que se fica depois de tantas imagens de contestação social nestes países é que ninguém está para fazer sacrifícios: os eleitores, mesmo sabendo que a situação macroeconómica dos seus países não é sustentável (défices graves das contas públicas e da conta corrente), têm dificuldade em aceitar sacrifícios. É como se achassem que o desenvolvimento económico se faz numa linha sempre ascendente, sem percalços...


À primeira vista esta dificuldade em viver com menos é surpreendente. Porque a História dos últimos cem anos de Portugal, Espanha, Itália e Grécia é, em boa parte, uma História de pobreza (para não dizer miséria). A situação só muda com o fim da II Guerra e o surto de desenvolvimento que se seguiu à criação da CEE (que beneficiou mais Itália que Portugal e Espanha, estes últimos "entretidos" com as suas ditaduras).


Sendo assim fica uma pergunta: o que leva países habituados a dificuldades a recusarem os programas de ajustamento? Provavelmente o facto de viverem em abundância há tempo suficiente para que a ideia de regressão de riqueza, ainda que temporária, tenha deixado de ser aceitável. Porque no período de tempo que passou entre a "era das dificuldades" e a crise actual desapareceram as gerações que conheceram o valor da palavra "sacrifício".


José Peralta
Cunha

"A sensação com que se fica depois de tantas imagens de contestação, é que ninguèm está para fazer sacrifícios : os eleitores, mesmo sabendo da situação."

Caro Cunha ! Os governos, obrigam sempre os mesmos, a fazerem os sacrifícios, sempre os dos rendimentos do trabalho, quer eles queiram ou não, e nem podem fugir a eles.

Porque as grandes fortunas, os rendimentos do capital, e isto não é dito por mim, mas por gente muito mais abalizada que eu, são protegidos, e como se tem comprovado, até tem possibilidade de fugir ao fisco e a pôr o "cacau" a salvo "lá fora".

A esses, nem tu nem o Camilo Lourenço, nem ninguèm os vê a contestar !

E de quando em vez, o governo, amávelmente, convida-os a que o "cacau" regresse, mediante o regime de excepção do "perdão fiscal".

Assim, foram "recuperados" 260 milhões de euros de impostos a taxas de saldo, provenientes de 4 mil milhões de capitais postos ilegalmente no estrangeiro.

Que, presumívelmente, para lá voltaram, depois de taxados...

Se eu pagar o meu IRS depois de 31 de Agosto (nos anos anteriores era no fim de Setembro...) imediatamente pago multa...e a isto chama a gentalha, "justiça fiscal e equidade" !

É a "equidade" destes farsantes, em que o fosso entre os ricos e pobres é, dia a dia, mais exponencial !

E um dos indicadores, revelado na Imprensa, é a crise não beliscar, por ex., a venda dos carros de luxo e outros bens, enquanto há uma miséria cada mais gritante e obscena em Portugal e noutros Países.


Parece que o governo quer acabar com a fundações, que segundo sei é um dos melhores meios das grandes fortunas se livrarem a impostos.


Depois tu és adepto de fugir aos impostos, se pudesses, e isso diz muito de ti e dos portugueses que na sua esmagadora maioria só paga o que não consegue disfarçar.


Achaste mal a que este governo fosse buscar o dinheiro na Suiça ? 250 milhões ? Já dá para pagar a reforma a uns quantos professores....


Em relação aos carros de luxo a minha pergunta é :


Para quando o levantamento do segredo bancário ?


José Peralta
Cunha

Onde leste que eu "sou adepto da fuga aos impostos" ?

Limitei-me a constatar um facto : a diferença de actuação fiscal entre os "tubarões" e as "sardinhas".

Parece-me que estás é a treslêr ! Para quê ? Para teres razão ?

Quanto ao fim do sigilo bancário, foi aprovado em 18 de Agosto, por maioria do PS, PCP, PEV e BE, e a abstenção do PSD e CDS.

E sabes quem propôs o projecto aprovado, como medida de combate à corrupção e ao crime económico ? Vê lá tu !

Foi o Bloco de Esquerda !!!! Esses "inúteis"...

Agora, ou eu me engano muito, ou a abstenção dos "meninos", vai fazer com que a promulgação vá para as calendas...

E o projecto do BE sobre as medidas de combate à criminalidade financeira e aos movimentos especulativos em paraísos fiscais foi rejeitado com os votos contra do PS, PSD e CDS...

Porquê ? Por causa do tal proteccionismo aos rendimentos do capital...cá e no estrangeiro !

Os marmanjos sabem defender-se entre si...



".. quer eles queiram ou não, e nem podem fugir a eles."


ao escreveres esta frase dás a entender que se calhar e tal fugir aos impostos era um opção. Se assim n é peço desculpa.


Já te contei que quando montei a empresa com o meu sócio alemão a 1ª  coisa que o nosso contabilista lhe propôs foram estratégias para fugir aos impostos ?? Foi a 1ª e a ultima vez que o vi !
é uma questão de tugalidade !!!! Está no sangue. 


Se foi o BE que propôs aqui ficam os meu parabéns. Mas parece que o PSD anda a falar nisso desde 2006.


"Finalmente o PS vem para o sigilo bancário. O PSD está desde 2006 a fazer propostas equilibradas sobre a possibilidade de levantar o sigilo bancário em caso de combate à fraude e à evasão fiscal e o PS rejeitou-as todas", disse Paulo Rangel, que falava no final da reunião do grupo parlamentar social-democrata.

Paulo Rangel alegou que as propostas feitas pelo PSD "desde 2006" e rejeitadas pelo PS "são mais sensatas, salvaguardam melhor os direitos das pessoas e permitem um acesso muito alargado em caso de fraude ou de evasão fiscal às contas bancárias" e manifestou "pena que o PS venha a reboque do BE nesta questão"."


deixado a 19/8/12 às 13:42
link | responder a comentário | início da discussão

É por isso que fico lixado quando alguém critica a troika ! Mas não percebem que por muito que nos custe não há alternativa ?? Que se assim não for o país pára imediatamente !!!!

E eu fico lixado, quando gajos como tu toninho cunha, fazem-se passar por liberais e modernos, quando: o tu partido alin hou ao lado do pcp ,cgttp e do mario nogueira, quando o governo socialista reformou a saúde , encerrando as urgencias que havia a mais, e na educação , quandoa  ministra instituia a avalicao dos professores.E se me lembro bem, o psd em vez de apoiar o reformismo, pos-se ao lado do sindicalismo.Por isso é que o discurso do tem tanta credibilidade como uma defecação na sanita.
Ah e outra coisa: Só em cuba e na coreia do norte é que aumentaram mais impostos do que este governo em portugal, isto depois daquela campanha dos cortes nas gorduras, e sem aumentos de impostos.Isso nao é ser liberal e reformista, é ser marxista.Lixa-me ver gajos como tu supostamente liberais criticarem a esquerda, quando praticam a mesma politica economica, ou seja, mais estado e mais impostos.Lixa-me que empresarios como tu, alinhem num partido que vos aumentou os impostos


ó makarena


em primeiro lugar não sou nem liberal nem neo-liberal. Vai aprender o que isso é,  e o que representa.


em segundo, gostei dos 2 primeiros anos do governo de sócrates, ao contrário do que possa ter dito o psd. Na saúde estava-se a fazer o que se devia, despediu-se o ministro. Na Educação a mesma   coisa, despediu-se o ministro etc etc etc


Em cuba despediram 1 milhão de FP. E que pena não fazerem o mesmo aqui. Nem que fossem 100.000.


A esquerda é a formiga e a direita a cigarra. Sempre foi sempre será !!!!


ok.Mas as reformas foram feitas e geraram efeitos que beneficiam portugal.Ao contrario do teu partido, que fez tudo para impedir as reformas, pelo contrário andou a dar beijinhos no pc.
E não ajuda á tua credibilidade, fazeres parte de um partido de em vez de diminuir a despesa e reformar a sério, só sabe é aumentar impostos, raazão pela qual andamos a marcar passos no défice.Isso é socialista antónio.Muito Socialista.É não entender que as familias e as empresas nao teem que pagar os erros de outros que não os seus.É não entender que para a economia crescer e o defice reduzir, é necessário baixar a fiscalidade, a nossa despesa, não  dar cabo do rendimento das familias, não intervir nas  nossas vidas.Falas do muito de estado-papá, mas a verdade é que quando se aumenta impostos dessa forma, ainda está a ficar mais papá, ou seja, em vez de corrigir a sitaucao, este governo so está a acrescentar + merda á merda existente.No plano fiscal este governo é a mesma coisa que o anterior.Tenho pena mas esta é a verdade


tens outra maneira de o fazer ?


Se tens diz, mas apresenta numeros e não demagogia !


redzindo-se a despesa d estado que nao é necessaria, e baixando impostos, foi o que os paises mais desenvolvidos do mundo fizeram.Ah e mudar o model economico dos baixos salários para um baseado na inovação e no conhecimento, como fazem na escandinávia
De qualquer forma, o meu objectivo é constatar, que tu e os teus camradas laranjas teem pouco que contestar do ps.Um e outro partido tomam sempre as mesmas medias quando non governo:aumento de impostos e mais estado.E digo mais: se socrates teve no poder, foi porque invadiu a vossa área politica,e  pos em prática politicas que voces até subscrevem: refoma da saude e educação, e aumento de impostos.Ora com que cara é que voces iam recusar as vossas politicas?


"redzindo-se a despesa d estado que nao é necessaria, e baixando impostos"


desculpa lá, acho que estás a fazer um erro aqui !


Qual é a grande fatia dos gastos do estado ? Despesas com pessoal e reformas e subsídios. Portanto advogas tal como eu a redução do tamanho do estado certo ??


Mas se baixas os impostos deixas de ter dinheiro para pagar todos os compromissos do estado, e não falo só de juros. 


mas existe algum politico que aumente impostos por gosto ?


Olha em relação à despesa do estado aconselho-te este site


http://www.despesapublica.com/ajustes-directos/estatisticas/ (http://www.despesapublica.com/ajustes-directos/estatisticas/)


"Qual é a grande fatia dos gastos do estado ? Despesas com pessoal e reformas e subsídios. Portanto advogas tal como eu a redução do tamanho do estado certo ??"


Exatissimante antonio.Desde que não afecte a qualidade dos serviços, sim porque por exemplo o sns é umas das poucas coisas boas que temos.Mas pergunto-me todos os dias, porque é que na campanha eleitoral o teu partido dizia que o problema era as gorduras do estado e que ia ser indolor, como o catroga dizia? Acho que como membro do psd deves uma explicação de terem mentido na campanha.Porque ao fim de tantas voltas acabam por ser tao socialistas quando socrates


"Mas se baixas os impostos deixas de ter dinheiro para pagar todos os compromissos do estado, e não falo só de juros. 


mas existe algum politico que aumente impostos por gosto ?"


Até existe antonio, até existem, mais do que imaginas.Mas aumentar impostos não é só desagradável, como é uma medida completamente inutil,portanto nem tem de se gostar nem de achar util ! Esqueceste-te que nós já tinhamos uma taxa insuportável de impostos,e infelizmente acrescentou--se mais fogo ao fogo.Como tal , nós já atingimos o ponto descendente da curva de laffer sabes.Ou seja, quanto mais pescadores(mais impostos), menos o peixe(Receitas), o que é absolutamente logico e racional.Aumentar impostos em época recessiva é como tomar um frasco de comprimidos, leva ao suicidio.
Mas o mais grave não é isso: o mais grave é vi voces gritarem contra socrates quando aumentou impostos ,e voces fizeram cair o carmo e a trindade.Agora que são governo, repetiram os mesmo argumentos que socrates.Aliás antonio, há muita coisa neste governo que está a ficar bastante semelhante ao passado, quando o que voces deviam tar a implementar uma politicamente verdadeiramente liberal, diferente do que se fez antes, foi para isso que voces foram eleitos.
Sá carneiro se fosse vivo, mandava ir embora muita gente ao do partido podes ter a certeza.Porque ao fim ao cabo antonio, voces são a pepsi e o ps é a coca-cola, ou seja a mesma coisa







deixado a 20/8/12 às 15:41
link | responder a comentário | início da discussão

web / sniper
O que esperar de 'festivos militantes' e  respectivos entertainers sabendo que estavam em Quarteira julgavam que estão no Pontal? Estava à espera de alguma coisa de sério?

deixado a 15/8/12 às 00:06
link | responder a comentário

Toni
Não se preocupem que aguardamos serenamente a Direção bicéfala do BE para nos tirar com a eficiência e a eficácia que os caracterizam desta encruzilhada ou até o velho Jerónimo que tem a solução milagrosa, eis os nossos salvadores !!

deixado a 15/8/12 às 00:13
link | responder a comentário | discussão

José Peralta
Ó Toni !

Vai pastar coelhos para o Pontal...

deixado a 15/8/12 às 00:40
link | responder a comentário | início da discussão

clara
De facto, estes totós de proveta que nos governam, aparecem aqui a chamar velhos a quem tem boa idade e força para lhes dar dois bons pares de estalos!
Argumentem meninos! Sabiam que uma coisa é insultar, outra, bem diferente é argumentar…. isso, custa muito mais!!!

deixado a 15/8/12 às 01:18
link | responder a comentário | início da discussão

web / sniper
É impossível compreender esta 'devolução' recorrente de responsabilidades.
Toda a gente sabe que quer o PCP quer o BE não compartilharam responsabilidades governativas no País, nem alguma vez - mesmo nos melhores dias! - tiveram ´força' (política) para condicionar opções e determinar soluções. 
Entretanto, quando tudo está a correr mal, são uns excelentes 'bodes expiatórios'. 
Então porque se recorre,  insistententemente, à 'fábula do lobo e do cordeiro'?
Não seria melhor começar a usar parábolas e acabar em alegorias?

deixado a 15/8/12 às 12:03
link | responder a comentário | início da discussão

Rui Meireles
2013 será o ano da "inversão" de quem?...Dos tónos?...

deixado a 15/8/12 às 00:46
link | responder a comentário

Nightwish
Depende da perspectiva. Em 2013 será o regresso dos contratos públicos vergonhosos, pelo menos.

deixado a 15/8/12 às 04:03
link | responder a comentário

xuxu
Não deixa de ser curioso que alguém que diz acreditar na economia de mercado resolva decretar o fim da recessão em data marcada.


Das 2 uma: (i) ou ele realmente não acredita na economia de mercado e pensa que pode controlar a economia ou (ii) não é uma pessoa muito séria e está a dizer uma coisa que sabe que não pode prever/controlar.


Há, claro, a terceira hipótese: ele é tão burro, incompetente, incapaz que não sabe do que está a falar.


Há ainda a quarta hipótese: a soma das 3 anteriores...

deixado a 15/8/12 às 09:30
link | responder a comentário

Caro Sérgio Lavos como o compreendo.

O Allgarb cagou-se para a manifestação, cinquenta carros, duas voltinhas à rotunda, entrega delicadamente (queira V. Exa fazer o favor de dar andamento) de um papelinho com as reclamações.

Nem uma montra partida, nem um contentor de lixo incendiado o melhor que se arranjou foi o alarme de incêndio no meio da festarola.

É com estes aderentes do Bloco de Esquerda mais alguns funcionários do PCP que vamos mudar o Mundo (bem pelo menos do Allgarb) e iniciar a revolução?

Não.

Então que fazer?

Ora esperar que o senhor Lavos, mais quinhentos arruaceiros franceses ou gregos cheguem a Vilamoura tomem o seu banhinho e actuem.

Já.

Até logo.


deixado a 15/8/12 às 15:48
link | responder a comentário | discussão

A. Santos

Já cá faltava esta aventesma a desconversar.

Este também pertence à trupe dos que hão-de salvar o país, pois de trabalhar tem muita experiência:

 

1.º - foi em África, onde suou muito a dar chibatada em preto;

 

2.º - agora a trabalhar a toda a hora para o partido postando no Arrastão (e gozando a merecida reforma do malfadado Estado, o tal que na sua opinião já devia ter desaparecido).

 

Cantas bem mas não me alegras Faduncho.



José Peralta
A. Santos

Não trate o "cú de judas" por "tu", que ele ofende-se...e não lhe responde ! Veja lá o desgosto...

deixado a 15/8/12 às 20:12
link | responder a comentário | início da discussão

Rui Meireles
Se calhar tens razão este deve estar REFORMADO e bem REFORMADO pelo Estado e vem aqui dizer mal de quem lhe paga...

deixado a 15/8/12 às 21:22
link | responder a comentário | início da discussão

e tu ó santos ranhoso, tens alguma coisa nova para dizer óh só cá vens para cascar no fado ?


E tu quem és ? O que fazes ? de onde vens ?


Falas dos outros mas de ti nada sabemos ! 


Será que tu tambem és dos que mamas na teta da grande porca ???

deixado a 16/8/12 às 23:25
link | responder a comentário | início da discussão

Toni
Como ? O PCP não teve responsabilidades governativas neste país ? É melhorar estudarmos um "pedacinho" de história contemporânea em Portugal. E já agora que me acusaram de falta de argumentos, devolvo imediatamente pq estou farto de demagogia e precisamente da vossa falta de alternativas credíveis. Querem saír da CE ? Não. Interessa que o dinheiro chegue para pagar as pensões e os ordenados da função pública;mas pagar é quando nos aprouver ... 

deixado a 15/8/12 às 20:03
link | responder a comentário | discussão

Rui Meireles
O PCP segundo os queixosos e entendidos governou -no V Governo Provisório- entre 8 de Agosto e 19 de setembro de 1975 nem sequer dois meses!...No outros Governos de Vasco Gonçalves estiveram;
III Governo Provisório:-Melo Antunes, Mário Soares, Salgado Zenha, Rui Vilar, Vítor Alves, Magalhães Mota, Silva Lopes, Almeida Santos, Lurdes Pintassilgo, Vitorino Magalhães Godinho...
IV Governo provisório:-Mário Soares, Magalhães Mota, Melo Antunes, António Arnão Metelo, Mário Murteira, Salgado Zenha, Almeida Santos, João Cravinho, Silva Lopes...
Vocês não sabem mesmo do que falam.


E foi no tempo do prec que se cometeram as maiores asneiras deste pais que ainda hoje pagamos.

deixado a 16/8/12 às 23:23
link | responder a comentário | início da discussão

Minhoto
Nota-se um discurso de ódio do Lavos em relação à "maralha", como ele lhe chama, as senhoras da pequena-burguesia que foram entrevistadas pelos média no Pontal, porventura os taxistas também lá estariam, essa "maralha" que não vê o óbvio, que não apoia a revolução, que não acredita nos "amanhãs que cantam".

deixado a 15/8/12 às 20:15
link | responder a comentário

Comentar post

pesquisa
 
TV Arrastão
Inquérito
Outras leituras
Outras leituras
Subscrever


RSSPosts via RSS Sapo

RSSPosts via feedburner (temp/ indisponível)

RSSComentários

arquivos
2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D


2005:

 J F M A M J J A S O N D


Contador