Domingo, 9 de Setembro de 2007
por Daniel Oliveira



A 7 de Agosto, algures entre a costa tunisina e a ilha italiana de Lampedusa, dois pescadores tunisinos, regularmente inscritos no departamento marítimo de Monastir, socorreram em alto mar 44 imigrantes sem papéis, entre os quais 11 mulheres e duas crianças, pouco antes da barca em que iam se afundar. Recolhidos, os pescadores levaram-nos até porto seguro, em Lampedusa.

Por causa disto, os sete homens que constituíam a equipagem das duas embarcações, foram presos pelas autoridades italianas. Contra eles foi aberto um processo legal a 14 de Agosto, na cidade de Agrigento, no Sul de Itália. que se pode concluir com uma condenação até 15 anos de cadeia. Acusação: favorecimento da imigração clandestina e tráfico de seres humanos.

Depois destes acontecimentos, repetiram-se casos em que embarcações legais quebraram o princípio da solidariedade no mar, para que as suas equipagens não incorressem em risco de prisão.

Palavras para quê? Amanhã realiza-se em Agrigento uma vigília de solidariedade que exigirá a mudança da lei. Vários eurodeputados - incluindo este vosso servidor - subscreveram um apelo que exige da Comissão Europeia e do governo italiano o fim da criminalização de quem proceda ao salvamento de náufragos, incluindo aqueles que a lei designa como “ilegais”.


por Daniel Oliveira
link do post | comentar | partilhar

12 comentários:
É muito simples: Uma embarcação de pesca que pesque junto à costa tem uma tripulação de pelo menos meia dúzia de pessoas. Assim, é estranho que uma embarcação que pesque do outro lado do Mediterrâneo tenha apenas duas pessoas. Ainda assim, se a história é de facto como o Miguel Portas (que pessoa credível) a contou, não há nenhum tribunal que condene os pescadores. A conclusão portanto é a de que se trata do habitual folklore do senhor Miguel Portas e do partido que ele representa, tentado fazer o papel de bom samaritano e aproveitar-se da situação para promover a sua imagem.

deixado a 11/9/07 às 15:29
link | responder a comentário

Justicialista
A verdade é que os governos agem assim porque têm o apoio esmagador da opinião pública.

deixado a 10/9/07 às 15:41
link | responder a comentário

Daniel Oliveira
The Studio, explique lá porque é que uma embarcação com apenas dois tripulantes não vai pescar para o lado oposto do mar mediterrâneo. Sabe onde fica a Tunísia? Sabe onde fica Itália? Sabe a distância entre as duas costas? Sabe até onde vai uma embarcação de pesca? Sabe onde pescam? Não quer acreditar para que a sua verborreia neo-nazi tenha um ar decente, nós achamos normal. Não nos trate é como se fossemos idiotas.

deixado a 10/9/07 às 15:13
link | responder a comentário

Esta história só tem um problema: Não bate a bota com a pedigota. Uma embarcação com apenas dois tripulantes não vai pescar para o lado oposto do mar mediterrâneo e acidentalmente recolhe 44 imigrantes ilegais... Mas se acaso a história é mesmo verídica (o que ninguém com um mínimo de bom senso acredita), não se preocupem que a justiça Italiana não irá condenar os pescadores.

Quanto ao resto do folklore, são os habituées (tipo Miguel Portas) a tirar aproveitamento político da situação.

deixado a 10/9/07 às 14:47
link | responder a comentário

Rendinhas e Veneno
Se realmente as coisas se passaram assim é absolutamente injustificável a atitude das autoridades italianas...agora resta-nos saber se a história será mesmo assim ou se seriam eles próprios a transportar ilegalmente os tunisinos..não tanto pela "ilegalidade" cometida mas pelas circunstâncais infrahumanas em que muitas vezes é feita...

deixado a 10/9/07 às 12:53
link | responder a comentário

manuel
Fossem eles,empresários de qq coisa,nem que fossem de putas e,nada disto lhes teria acontecido!Há uma casta de parasitas que são imunes e ,eles se chamam de empresários.Lamento que o autor do blog e a agremiação politica a que pertence,passem os santos dias a não apontar que o rei vai nú.Ah!a pulsão ecológica...e as abelhinhas.(Já que o BE não tem um endereço electrónico para desabafarmos...)

deixado a 10/9/07 às 09:17
link | responder a comentário

nuno
Isto é simplesmente um exemplo dos comportamentos criminosos dos grandes da Europa em relação à imigração.
Depois andam sempre a martelar com a cantiga de como a imigração nos "enriquece" e rebeubéu. cambada de hipócritas da "europa fortaleza"!

deixado a 10/9/07 às 09:09
link | responder a comentário

Grande democrata é Miguel Portas que pelos vistos acha que a vida de mulheres e crianças vale mais que a vida de homens...uma tristeza.

deixado a 10/9/07 às 08:53
link | responder a comentário

Caro Daniel,
Isto é uma vergonha sem tamanho!!
Proponho que se espalhe este relato pelo maior número possível de blogs.

deixado a 10/9/07 às 02:18
link | responder a comentário

João Machado
Uma vergonha, esta situação. Quem pode estar de acordo com estas acusações contra os salvadores? E os direitos humanos, onde param?

Um abraço

João Machado

deixado a 10/9/07 às 00:27
link | responder a comentário

Comentar post

pesquisa
 
TV Arrastão
Inquérito
Outras leituras
Outras leituras
Subscrever


RSSPosts via RSS Sapo

RSSPosts via feedburner (temp/ indisponível)

RSSComentários

arquivos
2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D


2005:

 J F M A M J J A S O N D


Contador